Aneurisma Arterial

Aneurisma arterial é a dilatação anormal e permanente de uma artéria, provocada pelo enfraquecimento de suas paredes, trauma ou alguma doença vascular, podendo ser seguida de ruptura total do vaso sanguíneo.

 

Tipos

Os tipos mais comuns de aneurisma arterial são:

  • Aneurisma de aorta abdominal
  • Aneurisma da aorta torácica
 

Causas

Embora seja alvo de diversos estudos, o aneurisma não possui causas totalmente claras, com exceção dos casos em que a dilatação das artérias é causada por trauma ou doença vascular. Porém, é sabido que algumas pessoas já nascem com algum tipo de aneurisma (aneurisma congênito), provocado geralmente por defeitos na parede arterial.

Os locais mais comuns de ocorrência do aneurisma são: arteria aorta, arterias do cérebro, artérias do intestino, arteria do baço e na parte de trás do joelho (artéria poplítea).

 

Sintomas

Os sintomas dependem do local onde ocorreu a dilatação e/ou ruptura. Se for proximo às camadas superficiais da pele, o paciente pode apresentar inchaço, dor e até um “caroço” na região. Já os aneurismas internos, principalmente no cérebro, muitas vezes não causam sintomas aparentes, somente quando há ruptura do vaso sanguíneo.

Caso haja rompimento do aneurisma, o paciente pode apresentar dor local, pressão arterial baixa, aumento da frequência cardíaca e vertigem. Nesses casos, a taxa de mortalidade aumenta consideravelmente.

 

Prevenção

Algumas formas de prevenção dos aneurismas arteriais são: controlar a pressão arterial, possuir uma alimentação saudável e balanceada, praticar exercícios regularmente, manter o colesterol dentro dos níveis aceitáveis, não fumar e, claro, consultar regularmente seu angiologista/cirurgião vascular, para medidas preventivas.

Todos os homens acima de 65 anos e todas as mulheres acima de 65 anos que sejam ou já tenham sido tabagistas ou que tenham pais portadores de aneurismas e todos os homens maiores de 55 anos cujos pais tenham tido aneurismas, devem ser investigados para a presença de aneurismas através de ultrassom com doppler ou angio tomografia.

 

Tratamento

Os tipos de tratamentos dependem do tipo de aneurisma, do seu tamanho e da sua localização. A grande maioria dos aneurismas tem tratamento. Muitas vezes é possível realizá-lo sem nenhum corte, através de modernas técnicas endovasculares.

Passo a passo do tratamento de aneurisma de aorta com implante de endoprótese. Após a punção das artérias femorais, um fio guia é posicionado além da porção dilatada da artéria aorta e a endoprótese é avançada sobre o guia e posicionada de modo a cobrir todo o aneurisma.

Conheça o
Dr. Bruno Rosa

Graduação em medicina: Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2005. Residencia medica em cirurgia geral no Hospital Federal de Ipanema. Residencia medica em angiologia e cirurgia vascular no Hospital Municipal Miguel Couto. Endocurso - Formacao em técnicas de cirurgia endovascular [...]

Veja o currículo completo do Dr.