Úlceras arteriais e venosas

Úlceras são lesões superficiais ou profundas que podem ser causadas por fatores como doenças circulatórias, hipertensão arterial não tratada, e infecções por fungos e bactérias. No caso das úlceras em membros inferiores, existem dois tipos principais: as venosas e as arteriais.

As úlceras arteriais são ferimentos formados por conta da obstrução das artérias. A falta de sangue rico em oxigênio e nutrientes para irrigar os tecidos causa morte celular e, consequentemente, facilita o surgimento das lesões. As feridas estão associadas à aterosclerose das artérias, que é a formação e depósito de placas de gordura na parede dos vasos. Por conta da obstrução causada pelas placas, o fluxo sanguíneo fica prejudicado e não irriga os tecidos de forma eficiente. Além disso, outros fatores, como tabagismo, diabetes não controlado e colesterol alto, também podem colaborar para esse tipo de úlcera, que é mais comum nas canelas e extremidades dos dedos dos pés.

As úlceras venosas são mais comuns. Neste caso, o sangue fica “empoçado” na região e acaba fragilizando a pele, que fica mais suscetível aos traumas. Qualquer pequeno ferimento pode originar uma condição crônica. A úlcera venosa tem maior possibilidade de ocorrer em mulheres, pessoas que permanecem em pé por longos períodos, portadores de varizes não tratadas e com hábito de vida sedentário.

 

Tratamento

Os tratamentos para os dois tipos de úlcera são diferentes:

Para os ferimentos de origem arterial, é feita uma Angioplastia, cirurgia realizada para desobstruir as vias através de um cateter com um balão na ponta, que é inserido na artéria juntamente com uma estrutura chamada “stent”. O balão é inflado, ajudando no fluxo sanguíneo, e o stent é colocado, para impedir que a artéria de feche novamente. Outra possibilidade é o Bypass, ou ponte, para desviar o fluxo sanguíneo da área obstruída.

Já as úlceras de origem venosa são tratadas combatendo a causa do problema, ou seja, as varizes. O simples tratamento das varizes e a melhoria da circulação nos membros inferiores irá curar a úlcera venosa, sempre associado à curativos especificos.

Conheça o
Dr. Bruno Rosa

Graduação em medicina: Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2005. Residencia medica em cirurgia geral no Hospital Federal de Ipanema. Residencia medica em angiologia e cirurgia vascular no Hospital Municipal Miguel Couto. Endocurso - Formacao em técnicas de cirurgia endovascular [...]

Veja o currículo completo do Dr.